quarta-feira, julho 20, 2005

Errata

Uma retificação a propósito do grau de parentesco do beneficiário da mordomia usufruída por graduada funcionária do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que, cacifada pelo sobrenome paterno, vale-se, frequentemente, de veículos do órgão para mandar comprar no Ver-o-Peso e deixar no conjunto Júlia Seffer grandes quantidades de coco. A venda para a qual destinam-se os cocos pertence ao enteado e não ao cunhado da ilustre servidora, conforme informou, equivocadamente, este blog.
Cabe reproduzir a ressalva feita por fonte credenciada do próprio TCM: o ilustre irmão da graduada funcionária do tribunal, que é quem efetivamente confere status político e social ao sobrenome paterno, desconhece as estripulias da irmã.

2 Comments:

At 3:19 PM, Blogger 23x8 said...

Boa Barata...boa.

 
At 9:10 AM, Blogger 23x8 said...

Novas informações sobre o TCM,Barata.O corregedor da casa,nada menos,empregaria algo em torno de sete parentes.Práticamente toda a família,menos uma filha que mora em Miami.Para onde,aliás,Laudelino Soares viajaria com frequencia com as passagens pagas pelo TCM,naturalmente.

 

Postar um comentário

<< Home