domingo, julho 17, 2005

Estilo

Aliás, um observador atento da natureza humana relata que aparentemente Roberto Jatene deixou-se contagiar pelas pompas e circunstâncias que se confundem com o poder, mesmo quando este é periférico: sempre que chega ao TCM, em carro oficial, Beto fica à espera que o motorista desça e abra a porta, para só então sair.