segunda-feira, julho 18, 2005

A (in)segurança em Mosqueiro

Mosqueiro não é só as delícias trombeteadas pela Prefeitura de Belém em informes publicitários veiculados nos horários nobres das tevês, algumas vezes travestidos de matéria jornalística.
Quem tem casa de veraneio na vila queixa-se que sucedem-se em cascata, particularmente de segunda a quinta-feira, os arrombamentos dos imóveis circunstancialmente fechadas, cujos proprietários passam os dias úteis em Belém, seguindo para Mosqueiro somente no fim de semana.