terça-feira, julho 26, 2005

Menosprezo

Fonte deste blog observa, com propriedade, que chega aos limites do escárnio o menosprezo da Secretaria Executiva de Cultura (Secult) para com aqueles que permaneceram em Belém, nas férias de julho.
Nem mesmo a clientela habitual do Parque da Residência, maciça e assiduamente freqüentado pelas crianças da redondeza, naturalmente acompanhadas de babás, pais ou avós, mereceu uma mísera programação cultural, a despeito de sobretudo nesse período o Gasômetro, com seu teatro, permanecer ocioso, a meia luz, apenas com um clima de montanha, oferecendo como solitária atração o belíssimo Cadilac que se confunde com a figura do ex-governador Magalhães Barata.