terça-feira, agosto 23, 2005

Dia agitado

O gabinete militar da Assembléia Legislativa do Pará justificou, enfim, sua razão de ser, nesta última terça-feira, 23, quando a galeria popular do Palácio Cabanagem foi tomada por manifestas pró e contra Lauriwal Cunha, prefeito de Barcarena. O estopim das manifestações são as suspeitas de fraude nas eleições de 2004 em Barcarena.
Na esteira das suspeitas sobre a lisura do pleito em Barcarena, um comitê interpartidário cobra celeridade no processo de revisão do eleitorado daquele município e a anulação das eleições de 2004, caso fiquem comprovadas as suspeitas de fraude.
Temendo um iminente entrevero entre os dois grupos de manifestantes, o gabinete militar imediatamente reforçou o policiamento, inclusive restringindo o acesso à galeria popular, depois que esta lotou. O que deixou de fora do Palácio Cabanagem boa parte dos manifestantes.
O comitê interpartidário que defende a revisão do eleitorado de Barcarena é formado por PSDB, PT, PL, PSB, PPS, PC do B, PT do B e PHS.