terça-feira, setembro 27, 2005

Mensalinho no Pará

Está prestes a se tornar do domínio público uma denúncia acerca de uma espécie de mensalinho supostamente pago a uma deputada da base de sustentação do governo Simão Jatene (PSDB) na Assembléia Legislativa do Pará.
No caso, o mensalinho supostamente embolsado pela parlamentar seria uma contrapartida do dono de um hospital privado, em retribuição aos esforços da deputada para conseguir consideráveis volumes de autorizações de internações hospitalares, as famosas AIHs, fornecidas pela Secretaria Executiva de Saúde Pública (Sespa).
O hospital localiza-se no município que é o principal reduto eleitoral da deputada.
O dono do hospital revela-se disposto a denunciar publicamente a maracutaia, depois que entrou em rota de colisão com a parlamentar.

2 Comments:

At 10:14 AM, Blogger 23x8 said...

Adiante,Barata,de-nos o nome da bandida e do hospital...

 
At 11:25 AM, Blogger Aletheios said...

No Pará, a terra isolada no tempo e no espaco, é bem possível que nada aconteca. Aqui CPIs sao enterradas sem barulho, igualmete como escravos, índios e excluídos que o Estado sinicamente ignora. Aqui a hipocrisia e soberba do poder sao tao grandes que ocorrem até mesmo beijos após o bloqueio di investigacoes de claro interesse da sociedade. O Amapá nos deu recentemente um exemplo a ser seguido, o indicativo de que política é coisa séria, que envolve a vida de milhoes de pessoas e mesmo de geracoes, e que por isso deve impor aquueles que a escolhem o mesmo e necessário rigor. Mas no Pará temos Duciomar como prefeito, Jader Barbalho e Almir Gabriel como candidatos e Jarbas Passarinho escreve sobre liberdade e democracia no arcaico "O liberal" aí de nós!

 

Postar um comentário

<< Home