terça-feira, setembro 06, 2005

Notícias de Brasília

Em sua edição desta terça-feira, 6, a "Folha de S. Paulo" (acesso restrito a assinantes do jornal e/ou do UOL, no endereço eletrônico www1.folha.uol.folha.br.fsp/) revela em notas da coluna "Painel" os bastidores da crise política que varre Brasília.
Em seguida, os informes da "Folha":

“Próximo capítulo

“Depois do restaurante, computadores e copiadoras. Severino Cavalcanti (PP-PE) deve enfrentar em breve denúncia de irregularidades na troca de equipamentos da Câmara, sob sua responsabilidade na época em que era primeiro-secretário.

“Más notícias

“A oposição, capitaneada por tucanos e pefelistas, investiga ainda um contrato celebrado pela Câmara com uma agência de notícias para a elaboração de clipping destinado a parlamentares do Nordeste. A negociação foi comandada por Severino.

“Lanchinho da tarde

“Quem conhece a história recente da lanchonete do plenário não estranhou o recuo do empresário Sebastião Buani, que ontem negou ter pago propina a Severino. Desde sua derrota na disputa, Buani espalha estar magoado com o presidente para depois fazer as pazes com ele.

“Agente duplo

“O deputado Léo Alcântara é tucano, mas também amigo do peito de Ciro Nogueira (PP-PI), por sua vez protegido de Severino. Por isso, a oposição desconfiou quando viu o filho do governador do Ceará na reunião de ontem para tratar do destino do presidente da Câmara.

“Dívida de gratidão

“Variados personagens aos quais José Mentor (PT-SP) prestou favores na confecção do relatório da CPI do Banestado agora se mobilizam nos bastidores para salvar a pele do deputado, que integra a lista de cassáveis da comissão dos Correios.

“Horário nobre

“Estréiam hoje os comerciais do PTB estrelados por Roberto Jefferson. O tema é corrupção, e o deputado bate duro no governo e no PT. Como fez sua filha no programa partidário, ele denuncia a existência de "dois pesos e duas medidas" nas investigações do escândalo em curso.

“Martelo batido

“Com pompa e circunstância, o PTB formalizará no próximo dia 19 o ingresso de Paulo Maluf em suas fileiras. O ex-prefeito não sairá sozinho do PP. Promete arrastar consigo uma penca de atuais e ex-parlamentares.

“Ponta-de-lança

“Maluf, que planeja candidatar-se a uma vaga de deputado federal no ano que vem, é a aposta do PTB de São Paulo na tentativa de eleger uma bancada robusta a ponto de o partido escapar da cláusula de barreira -guilhotina que paira também sobre siglas como PP e PL.

“Milhagem estourada 1

“Vem aí o caso do desvio no uso de passagens aéreas da cota dos senadores. A prática é antecipar no início do ano os bilhetes a que cada um tem direito. E os parlamentares então os distribuem, não raro sem controle, a correligionários e assessores.

“Milhagem estourada 2

“A direção da Casa começou a pressionar os senadores para que regularizem a situação das passagens aéreas. Caso a orientação não seja seguida, ameaça divulgar o rombo dos bilhetes."