sexta-feira, setembro 09, 2005

PT X PT: racha na base gaúcha

A candidatura do deputado Ricardo Berzoini à presidência do PT acaba de sofrer novo desfalque. No Rio Grande do Sul, a base de Tarso Genro, presidente do partido, rachou e 30% de seus aliados avisaram que votarão no candidato da DS (Democracia Socialista), Raul Pont, segundo revela a "Folha de S. Paulo" (acesso restrito a assinantes do jornal e/ou do UOL, no endereço eletrônico www1.folha.uol.folha.br.fsp/).
Em seguida, a matéria, intitulada "Base racha no RS e 30% dos aliados de Tarso preferem Pont a Berzoini" e assinada pela jornalista Catia Seabra:

“A candidatura do deputado Ricardo Berzoini à presidência do PT acaba de sofrer novo desfalque. No Rio Grande do Sul, a base de Tarso Genro, presidente do partido, rachou e 30% de seus aliados avisaram que votarão no candidato da DS (Democracia Socialista), Raul Pont.
“Na conversa, os aliados de Tarso se queixaram da forma com que Berzoini foi escolhido, em substituição ao atual presidente do PT. "Eu disse que não tinha nada contra Pont e que não tinha poder para centralizar [a decisão]", contou Tarso, que, no entanto, declarou apoio a Berzoini.
“Embora represente cerca de mil votos - 1% da expectativa de votantes na eleição - a baixa é simbólica, especialmente porque, em São Paulo, a aliança de Berzoini com Tarso tem provocado perdas à candidatura do deputado.
“Na segunda-feira, oito deputados estaduais decidem se liberam sua base ou se indicam o voto em Valter Pomar, da Articulação de Esquerda (AE).
“Dois deles, além do líder do PT na Câmara, João Antônio, já se decidiram por Pomar.Um dos motivos está no fato de Berzoini ter assinado um manifesto pela refundação do partido sem consultar o Campo Majoritário.
“"Se não fui chamado a assinar, estou fora do novo PT?", questionou João Antônio."Temos que considerar a possibilidade de eleger Pomar", defendeu o deputado Carlos Almeida.
“Eles reclamam da proposta de refundação petista - bandeira de Tarso após queda-de-baço com o ex-ministro José Dirceu.
“Na segunda-feira, o embate colocará Berzoini em nova situação delicada. Tarso convocou um ato pela refundação e a expectativa é que Berzoini envie uma carta em apoio ao movimento.”