segunda-feira, outubro 24, 2005

Interpelação judicial

Fui interpelado judicialmente pelo jornalista e publicitário Orly Bezerra, dono da Griffo Comunicação e Jornalismo, a agência que detém a fatia do leão da propaganda do governo Simão Jatene (PSDB). O pretexto para tanto foram as matérias veiculadas por este blog a 16 de julho passado, diante das quais o marketeiro-mor do tucanato paraense se sentiu ofendido e que, em uma interpretação bem pessoal, ele tenta tipificar como crime de imprensa.
Orly contratou os serviços do escritório Coelho de Souza S/C, uma das mais conceituadas e prósperas bancas de advocacia do Pará. Ele é advogado por José de Arimatéia Chaves Souza, que faz parte da banca de advocacia comandada por Frederico Coelho de Souza, advogado reconhecidamente competente e que é também professor da Universidade Federal do Pará. Frederico foi chefe do Gabinete Civil do governador Hélio Gueiros, cuja administração se estendeu de março de 1987 a janeiro de 1991.

1 Comments:

At 4:12 PM, Blogger Aletheios said...

Caro senhor Barata,

tente por favor manter os leitores deste Blog informados do desenrrolar do processo. Infelizmente, no Pará, e particularmente em Belém, o exercício da imprensa é lastimável. Apenas da disputa entre os dois maiores jornais da capital, ambos explicitamente visando fortalecer posicoes políticas concorrentes, a populacao pode ter acesso a doses homeopáticas de informacao e jornalismo investigativo. É por isso que iniciativas como a sua e a do jornalista Lúcio Flávio Pinto, sao da maior importância para que nesse estado se possa pensar e discutir com inteligência, tolerância e nao oprimidos pela sufocante mesquinhês há muito reinante.

 

Postar um comentário

<< Home