sábado, outubro 08, 2005

O combate contra o pacto de silêncio

Já foi dito que em um país onde é lugar comum se afirmar que o povo não tem memória, não seria fora de propósito supor que do mesmo mal padeçam os seus sábios e, em particular, os seus sabidos.
A reflexão vem a propósito da decisão do editor deste blog de republicar duas das mais comentadas denúncias feitas pelo Pautalivre.com sobre a odiosa prática do nepotismo, que se alastra como fogo em capim seco no Pará, especialmente por parte daqueles que, para consumo externo, adotam o discurso da ética e da probidade, ou que a elas deveriam cultivar. Discurso, diga-se, que frequentemente não encontra correspondência na prática, que é, como bem sabemos, o critério da verdade.
O editor deste blog acredita que, assim, o Pautalivre.com estará cumprindo o papel ao qual se propõe, que é fazer um jornalismo livre das amarras do pacto de silêncio imposto pelos interesses paroquiais. Na convicção pétrea de que quem discorda, quem debate, quem esclarece, não oferece o menor perigo. O perigo vem sempre de quem discorda, de quem é subserviente por índole, vocação, formação e interesse.
De resto, o editor de Pautalivre.com deseja um feliz Círio a todos os internautas que eventualmente acessem este blog. E antecipa que, para poder estar ao lado da família nesta data tão importante para os paraenses, só retomará a atualização do blog na segunda-feira, 10.
Paz, saúde e felicidades a todos. Neste e em outros tantos Círios que certamente virão para cada um de nós.

2 Comments:

At 9:05 PM, Blogger 23x8 said...

Barata também tem coração..hehehe.Ao menos no Círio de Nazaré.Feliz Círio também prá voce...e para Laura,que nunca mais havia aparecido.
Paroara,sempre por aí (depois comento seu comment sobre a análise sobre P.Rocha),um feliz Círio prá voce também.

 
At 11:28 PM, Blogger açaí said...

Jornalismo livre do pacto?
Ora Barata, isso é coisa de pato.
Esse blog tá feito peça de um ato
Paulada em tucano e petista,é fato.
Mas pró Barbalho safado é cordato.
Muda o disco, carrapato!
Ou põe a viola no saco..

(saco pode?,seu chato!)

 

Postar um comentário

<< Home