domingo, outubro 02, 2005

Pizza petista

Da coluna "Painel", na edição deste domingo, 2, da "Folha de S. Paulo" (acesso restrito a assinantes do jornal e/ou do UOL, no endereço eletrônico www1.folha.uol.folha.br.fsp/):

Vento contra

Além de jogar água fria nas cassações, a vitória de Aldo Rebelo refez o ânimo governista na CPI dos Correios. A ordem é postergar os trabalhos, inviabilizar a votação de requerimentos indesejáveis e desacreditar os resultados das investigações.

Controle remoto

A senadora Ideli Salvatti (PT-SC), responsável por esvaziar a votação da quebra de sigilo das corretoras que operavam para fundos de pensão, tem atuado na CPI em perfeita sintonia com o ex-ministro Luiz Gushiken.

Vingança maligna

Se prosperar o "abafa" nos Correios, a oposição ameaça dar o troco em sua praia, a CPI dos Bingos. O plano é ressuscitar as convocações de Fábio Luís, filho de Lula, e de Adhemar Palocci, irmão do ministro da Fazenda.

Tabelamento

Nos idos de 1996, quando secretário da Prefeitura de Ribeirão Preto, Donizeti Rosa, hoje diretor-superintendente do Serpro e depoente da CPI dos Bingos, era conhecido na cidade pela alcunha de "Donizeti 10%".

Resumo da ópera 1

O Planalto colocou um auxiliar na presidência da Câmara. As cassações ficaram para o Dia de São Nunca. As CPIs afundam em areia movediça. E a eleição do PT trocará seis por meia dúzia. Não à toa, Lula tem dito aos próximos que a crise acabou.

Resumo da ópera 2

Na oposição, porém, gente graúda acredita que os atuais ingredientes produzirão uma bomba de efeito retardado, que permitirá carimbar Lula, na campanha de 2006, como o grande patrocinador da pizza.

Espírito CFJ

Baixou um Zé Dirceu em Dilma Rousseff. Como seu antecessor, a ministra da Casa Civil deu para reclamar da imprensa. Considerou persecutória a constatação generalizada de que o governo fez de tudo e um pouco mais para eleger Aldo Rebelo.

Ironia do destino

Em 2001, na CPI da CBF/Nike, Aldo fustigava os deputados da "bancada da bola", defensora dos interesses de Ricardo Teixeira. Nela estava José Janene (PP-PR), hoje co-patrocinador da vitória de Aldo na Câmara.

Antigos compromissos

Enquanto muitos petistas preferem nem ser lembrados de que Delúbio Soares e Silvio Pereira existem, dois personagens não descuidam da dupla de operadores do partido colhida pelo escândalo do "mensalão": o publicitário Duda Mendonça e sua sócia, Zilmar Fernandes.