segunda-feira, outubro 03, 2005

VEXAME TUCANO/Protesto põe para correr governador e comitiva

Diante do constrangimento, o deputado federal Nilson Pinto, com a auto-suficiência que lhe é própria, pretendeu reverter o clima hostil, ao tomar o microfone das mãos do governador, na tentativa de apaziguar o ambiente. O que só fez aumentar o tom das vaias. Com sua empáfia esfarinhada pelo protesto, o deputado tucano tratou então de passar o microfone para o ex-prefeito Luiz Gonzaga, que ostenta grande índice de aprovação em Oriximiná, segundo as pesquisas de opinião realizadas no município. Mas sequer a popularidade de Gonzaga, que é hoje assessor especial de Jatene, conseguiu neutralizar o protesto.
Da mesma forma foi em vão a tentativa protagonizada por Fátima Guerreiro, secretária municipal de Meio Ambiente, igualmente silenciada pelas vaias. Das vaias, aliás, só foi poupado Gabriel Guerreiro, deputado licenciado e atual titular da Secretaria Executiva de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente (Sectam). Mas isso porque Gabriel Guerreiro tratou de abandonar o palanque fluvial, tão logo foram deflagradas as vaias contra Jatene, Pinto e Gonzaga.
Resumo da ópera: Jatene, o probo, e sua proba comitiva foram compelidos a zarpar diante da ira popular. Em bom português: o governador e sua comitiva fugiram.