quinta-feira, novembro 03, 2005

A molecagem de Hamilton Ribamar

Informado por jornalistas das Organizações Romulo Maiorana, tomei conhecimento das diatribes desfechadas contra mim por Hamilton Ribamar Gualberto, na coluna que ele assina no “Amazônia Hoje”, um dos dois jornais diários das ORM, criado para atrair os leitores de baixo poder aquisitivo. Se assim não fosse, jamais poderia defender-me, já que não incluo o “Amazônia Hoje” na relação dos jornais cuja leitura tenho por obrigatória.
Hamilton Ribamar, para quem não sabe, é advogado (aliás um advogado que eu definiria como algo opaco, para ser condescendente), que fez da condição de cartola do Clube do Remo um trampolim para a notoriedade e que, por diletantismo, tornou-se cronista esportivo. Mas o que bem define o seu jaez é o crime que cometeu, quando delegado de polícia, e pelo qual chegou a ser condenado a prisão em primeira instância, na esteira de um processo que acabou travado pela morosidade da Justiça, agravada pela cultura da impunidade.
O comentário por ele feito na sua coluna extrapola os limites toleráveis, para desaguar na mais arrematada molecagem. Molecagem, diga-se, que serve para definir o caráter de quem a protagoniza e que depõe contra o jornal que permitiu-se publicá-la.
O pretexto do qual se valeu Hamilton Ribamar para agredir-me com suas sandices foi solidarizar-se com Aloísio Augusto Lopes Chaves, o Lula Chaves, atual conselheiro-presidente do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM) e a quem denunciei neste blog por patrocinar o mais escancarado nepotismo. Em uma das matérias sobre o assunto, relacionei nominalmente as 16 pessoas abrigadas por Lula Chaves no TCM, entre parentes e contraparentes. A fonte, absolutamente fidedigna, é do próprio tribunal.
A denúncia sobre a prática do mais acintoso nepotismo no TCM não foi contestada. Nem mesmo quando foi reproduzida na coluna do jornalista Ricardo Boechat, que é publicada no “Jornal do Brasil”, do Rio, e em outros tantos jornais do país, dentre os quais “O Liberal”, de Belém, carro-chefe das ORM, juntamente com a TV Liberal, afiliada da Rede Globo de Televisão. Ao dar a notícia, Boechat identificou como fonte este blog.

7 Comments:

At 10:07 AM, Blogger 23x8 said...

Assassinos impunes costumam reincidir.Ainda que em crimes menores,auxiliados por autoridades maiores.Hamilton Gualberto pode continuar a achacar mas os parentes e aderentes do bebum do TCM vão prá rua sim.

 
At 10:53 PM, Blogger Aletheios said...

vergonhoso, esses lambedores de sola de autoridades sao aquilo que mais surpreende pela falta de senso do ridículo e pela falta de escrúpulos. Por isso mesmo sao os mais covardes, sórdidos e, como mecanismo de auto-suportacao, desenvolvem normalmente empáfia e arrogância proporcional a sua pequenês. Mas tudo muda e é com esforco e riscos de pessoas como você que ainda se pode sonhar com um estado de Pará pelo menos com um senso do ridículo mais apurado.

 
At 9:51 AM, Blogger carafus said...

Todas as vezes em que pessoas sem méritos buscam na imprensa ou em altos cargos divulgação para sua imagem, o resultado só pode ser esse:baixaria

 
At 12:20 PM, Blogger Aletheios said...

Pequenez

 
At 1:12 PM, Blogger Roberto Iza Valdes said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

 
At 3:15 PM, Blogger Roberto Iza Valdes said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

 
At 10:24 AM, Blogger parabens said...

Parabems

 

Postar um comentário

<< Home