quarta-feira, dezembro 07, 2005

O questionamento do internauta

Internauta que se identifica como sendo Ramiro Santos Segundo cobra-me, em tom algo ambivalente, revelações sobre a prática de nepotismo e ocorrências de corrupção nos governos Hélio Gueiros e Jader Barbalho, a exemplo do que foi feito em relação às administrações do ex-governador Almir Gabriel e do governador Simão Jatene. O mesmo internauta cobra-me ainda revelar o quem é quem no Tribunal de Contas dos Municípios do Pará, a partir da criação do mesmo, no governo Alacid Nunes.
Para bem situar os demais internautas que acessam este blog, transcrevo, na íntegra e sem correções, a mensagem de Ramiro Santos Segundo, tal qual foi remetida:

“Sr. Ronaldo Barata;

“Muito interessante e revelador seus posts sobre nepotismo no TCM aqui de Belém e nos governos de Almir Gabriel e Simão Jatene, assim como, escândalo de propinas com o “Alemão”, como o senhor o chama.

“Admiro seu conhecimento como também suas fontes. Como jornalista investigador, só posso parabenizá-lo. Foi de muita valia, ler seus posts.

“Agora, como jornalista crítico e honesto, já que imparcialidade é mera conseqüência e de importância secundária. Mas, em respeito a sua independência como examinador analítico e pericial da sociedade; solicito sua atenção em especial aos governos dos senhores Jader Barbalho e Hélio Gueiros, no que concerne a nepotismo, como também a alguns casos de moral duvidosa, ocorridos nesses governos. Bem como suas devidas apurações. Peço também, que abra seu baú de memórias e fontes para nos mostrar quem é quem no TCM, e por quem foram nomeados, inclusive a partir de sua implantação no governo Alacid Nunes.

“Acredito, que o senhor como jornalista que já passou por todos os periódicos de Belém, com 32 anos de prática, será de uma importância sem igual, essas informações. Até porque, tenho certeza que o senhor acima de tudo sempre buscou, busca e buscará a verdade absoluta.

“Agradeço desde já a atenção dispensada.

“Saudações.

“Ramiro Santos Segundo”