quinta-feira, dezembro 15, 2005

A Viúva banca

O escândalo do orçamento do governo Simão Jatene para o exercício de 2006, privilegiando a propaganda oficial em detrimento de demandas bem mais urgentes, fatalmente conduz à reflexão sobre a pertinência da observação feita pelo jornalista Augusto Nunes, de acordo com a qual a mente criminosa prescinde de brilho intelectual.